Gostou do artigo? Compartilhe!

Inverno e os Olhos

A+ A- Alterar tamanho da letra
Avalie este artigo

Muitas vezes não imaginamos que as mudanças climáticas podem trazer problemas para os olhos. Temos o costume de protegê-los somente no verão quando expostos ao sol, pois o calor aumenta o desconforto pela exposição excessiva. Mas a influência do sol não diminui no resto do ano, portanto devemos manter os mesmos cuidados do verão.

A exposição aos raios UV no inverno pode temporariamente causar lesões nos olhos, e a longo prazo aumentar o risco de desenvolver catarata e  outras doenças degenerativas oculares. A radiação não é apenas emitida pelo sol, mas também é refletida pela superfície da Terra, e quanto mais clara a superfície maior a reflexão, e esta informação é importante principalmente àqueles que aproveitam as férias de julho para se aventurar nas estações de esqui argentinas e chilenas.

O sol não é o único fator que causa danos aos olhos. O frio e o ar seco causam irritação, principalmente em ambientes externos. A utilização de colírios lubrificantes auxilia na manutenção do conforto ocular e evita que eles fiquem vermelhos e com sensação de areia. Além do ambiente externo, a falta de umidade no ambiente pode ser potencializada com a utilização de aquecedores de ambiente. Em nossa região o índice de umidade pode atingir níveis abaixo de 20%, condição caracterizada de alerta pela Organização Mundial de Saúde, que preconiza valores acima de 30% para a manutenção de condições  adequadas para a manutenção da saúde. Abaixo deste valor começamos a sofrer os efeitos na respiração, na pele e também nos olhos.

Aqui estão alguns cuidados com os olhos durante o inverno, preconizadas pela American Academy of Ophthalmology:

A utilização de aquecedores de ambiente provoca a redução da umidade do ambiente, portanto é aconselhável a utilização de umidificadores de ambiente. Isto será útil para manter um nível adequado de umidade e com isto reduzir a perda de umidade dos olhos.
Use óculos de sol que sejam capazes de reduzir ou bloquear os raios UV. Durante o inverno o sol está mais próximo ao horizonte a a redução do calor torna mais tolerável a exposição dos olhos a radiação UV, que não se reduz neste período. Como a quantidade de luz é menor, é recomendável a utilização de óculos mais claros que no verão, que são facilmente encontrados nas melhores óticas de nossa região.
Se você utilizar lentes de contato, é recomendável que utilize mais vezes os lubrificantes oculares durante este período. Caso utilize lentes gelatinosas, a necessidade de lubrificantes oculares é maior. Mas deve-se utilizar o tipo correto de lubrificante para evitar a formação de depósitos nas lentes que aumentam o desenvolvimento de alergias oculares.
Àqueles que irão se aventurar na neve, a utilização de um óculos de sol apropriado para esqui é aconselhável para evitar os danos causados pelo vento frio e pela radiação solar.
Para aqueles que possuem uma pele delicada que sofre com a desidratação, é aconselhável a utilização de um hidratante que seja específico para a aplicação na pele ao redor dos olhos. Isto evitará que a pele se torne demasiadamente seca e sujeita a lesões.

 

Dr. Marco Antonio Olyntho
CREMESP 92737
Médico Oftalmologista pela Associação Médica Brasileira e Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Especialista em Glaucoma pelo Hospital das Clínicas - Universidade de São Paulo
Membro da American Academy of Ophthalmology

marco@olyntho.med.br
www.olyntho.med.br
São José do Rio Preto - SP

Autor

Dr Marco Antonio de Castro Olyntho Junior

Dr Marco Antonio de Castro Olyntho Junior

Oftalmologista

Especialização em Cincias da Viso Patologia Clnica e Cirrgica no(a) Instituto Internacional de Cincias Sociais.